Voltar

Sem Glúten

Limpeza dos eletrodomésticos protege quem tem doença celíaca severa

O diagnóstico de doença celíaca muda bastante a rotina do paciente. A nova dieta alimentar vira o centro das atenções e todo cuidado é necessário para evitar todos os transtornos causados pelo contato com a proteína do glúten. Mas além do cuidado com os ingredientes que compõem na prática os alimentos, é muito importante ter cautela com qualquer item que possa conter essa proteína.

Quando o celíaco convive com pessoas que não precisam seguir uma dieta com essas restrições, ele precisa ter especial atenção à organização dos alimentos. Cuidados simples, como armários ou prateleiras separados e a mesma organização na geladeira, já são suficientes para evitar o contato. Lembre-se de colocar os alimentos sem glúten na parte de cima de armários e geladeira, a fim de evitar contaminação caso migalhas caiam sobre os alimentos sem glúten. Outra dica é colocar etiquetas indicando quais alimentos não possuem glúten, como uma forma de evitar confusão e contaminação.


Depois de seguir essas dicas mais simples de armazenamento dos alimentos, precisamos ter cuidado com outros detalhes, como os locais e utensílios onde o glúten pode ficar alojado pelo simples uso. Além de ter cuidados com os ingredientes, é imprescindível o cuidado com todos os itens que possam ter contato com a proteína do glúten. Nós já falamos nesse post sobre a presença de glúten em itens que não são alimentícios, e para ajudá-lo ainda mais com isso, separamos uma lista de itens para você ficar atento ao uso, e dicas de limpeza e cuidados.



Esponja, pano de prato e toalha


Não basta cuidar apenas dos itens que têm contato direto com o alimento; é preciso prestar atenção também nos itens utilizados para limpá-los. Esponjas, panos de prato e toalhas são objetos que têm grande contato com todos os produtos que serão listados a seguir, pois são parte essencial da hora da limpeza.


A dica aqui é manter unidades separadas para lavar, secar e cobrir os alimentos e utensílios que possuem e não possuem glúten. Por tratarem-se de materiais porosos, o risco de ficar alguma migalha e ocorrer a contaminação é bem alto. Também é importante que esses itens sejam reservados para serem sempre utilizados nos itens sem glúten, sem alternar o uso entre outros utilizados e que sejam lavados separadamente dos demais.



Utensílios e eletrodomésticos


É importante manter talheres, de uso individual e de preparo, separados. Se não houver esta possibilidade, observe se o material de que são feitos é de fácil limpeza, como silicone e alumínio. Outro ponto importante é armazenar esses itens separados dos demais.


Os eletrodomésticos, como torradeira, grill, liquidificador, batedeira, micro-ondas e forno, também necessitam de atenção especial. O ideal também é possuir eletrodomésticos dedicados ao preparo de alimentos sem glúten, pois eles são um grande ponto de contato e contaminação do glúten.


Como nem sempre isso é possível, você vai ter que  dedicar bastante esforço e tempo na limpeza, lavando muito bem, mais de uma vez e com produtos isentos de contato com o glúten. Alguns eletrodomésticos, como batedeira e torradeira, possuem um alto contato com glúten e peças difíceis de serem limpas completamente, portanto, é importante que seja feito o possível para tê-los separados dos demais.



Ração de animais


Até a alimentação dos pets merece cautela. É necessário observar os ingredientes dos animais também, pois é comum que possuam glúten. E além do contato com a ração ao servi-los, existe o grande contato com os pets, que podem causar contaminação.


A doença celíaca muda a rotina de toda a família, e para o bem da pessoa que recebe o diagnóstico, a casa inteira deve estar dedicada a transformar o lar em um ambiente livre de glúten.